Economia: Como funciona

Por Rafael Luiz

Muitas das vezes participamos da economia de um país sem ao menos nos dar conta disso. Mas quando isso acontece? Por que acontece? Como funciona, em geral, a economia de uma nação? Essas e outras perguntas serão resumidamente e didaticamente respondidas nesse artigo.

O que significa?

A palavra “Economia” vem do grego e significa “aquele que administra o lar”. O conceito grego ainda vale nos dias de hoje, pois tudo aquilo que sustenta uma nação está ligada à economia.

Qual a origem?

A Economia existe desde a Antiguidade. O homem neolítico, ao desenvolver técnicas de agricultura, já estava praticando a Economia. Desde então, a economia foi se desenvolvendo e chegando até os dias de hoje, se resumindo aos chamados “mercados”.

O que envolve a economia de uma nação?

Ao contrário do que se pensa, a Economia não se resume a dinheiro. Muitos outros fatores são dados econômicos, tais como comércio exterior, política cambial, política tributária, geração de emprego e renda, industrialização e muitos outros. Na economia, deve-se levar em consideração, inclusive, os recursos naturais. A grosso modo, podemos dizer que a economia é um processo pelo qual o Governo, as propriedades privadas e o povo participam e atuam sob determinado ponto geográfico, onde aspectos como mão de obra qualificada e recursos naturais são de vital importância.

Quais os principais objetivos da economia?

Não basta uma nação ser apenas rica. Para que os reflexos de uma economia sejam melhor visualisadas é necessário que a renda seja a melhor distribuída possível, não podendo ela estar concentrada nas mãos de poucos. A distribuição de renda gera igualdade social.

Como distribuir a renda de um país?

Isso é papel do Governo: Administrar a nação para que em todos os cantos do país haja geração de empregos e mão de obra qualificada. Consequentemente a dinâmica da economia se encarrega de melhor distribuir tal renda. Se uma cidade oferece muito mais oportunidades que outras, é provável que a população tenha a tendência de querer prosperar em tal cidade das oportunidades e isso pode trazer malefícios à distribuição de renda de um país, pois quando a demanda de pessoas ultrapassa a oferta de emprego, obviamente gera o desemprego, um dos maiores males à economia.

Por que uma nação não acaba com a pobreza produzindo mais dinheiro e lançando no

mercado?

Se um país lança muito da sua moeda no mercado, gera o que chamamos de inflação. Inflação nada mais é que a desvalorização da moeda para que se adquira um produto, ou seja, exige-se maior valor da moeda para que se adquira o bem. A alta exagerada da inflação (superinflação) gera muitos malefícios à economia, sobretudo a desigualdade social, pois com a alta dos preços só tem condições de desenvolvimento quem tem maior capital.

Por que moedas de um país acabam sendo mais valiosas que outras e vivem em ascensões e quedas?

Isso depende da política cambial. Como uma nação consegue ter uma economia interna melhor que outras, as chances de que ela se destaque no mercado internacional é bem maior. É a partir de dados do mercado interno e negociações internacionais é que essa nação vai decidir se valoriza ou desvaloriza a sua moeda na política cambial. Para exemplificar o câmbio, é notável que na política cambial entre Brasil e E.U.A temos o Dólar comercial (acordo para importações e exportações), paralelo (fora dos meios comerciais, fora de supervisões governamentais) e de turismo (emissão de passagens aéreas, cartões de crédito e outras transações de turismo), onde em cada tipo de transação geralmente há valores moderadamente distintos.

Quais são as vantagens da queda do valor da moeda com relação a outra?

Quando a moeda de um país está baixa atrai o mercado internacional para o efetuo de compras, favorecendo a exportação. Consequentemente, a importação fica prejudicada com a alta dos preços globais. O turismo imigrante tende a impulsionar.

Quais são as vantagens da ascensão do valor da moeda com relação a outra?

A importação fica favorável com a queda do preço de moedas internacionais. Já as exportações acabam ficando desfavoráveis, pois o aumento da moeda local acaba afastando o efetuo de compras por parte do mercado externo. O turismo emigrante pode se destacar.

Por que um problema basicamente interno como o desaquecimento imobiliário nos E.U.A

provocou uma crise mundial em 2008?

As economias dos países, com o que chamamos de globalização, estão totalmente interligadas. Por mais que o problema do desaquecimento imobiliário dos E.U.A seja totalmente interno, o fato provocou falência de Bancos e consequentemente provocou uma espécie de avalanche em vários envolvidos com os Bancos, bem como com quem estava interligado com os envolvidos com os Bancos e assim sucessivamente.

Por que o Brasil não sofreu tanto com a crise mundial de 2008?

Até décadas atrás não, mas hoje o Brasil possui uma reserva saliente e uma economia bastante estável e isso fez com que o Governo interviesse em determinadas ações e evitasse que consequências maiores alterassem negativamente no mercado brasileiro. Entre as ações foi buscar o aquecimento do mercado interno através de incentivos tributários, como baixar o IPI (Impostos sobre Produtos Industrializados) para compra de automóveis, que como todo imposto, é repassado ao consumidor no preço final.

One response to this post.

  1. Posted by hickribeiro on 22 de abril de 2011 at 8:46 PM

    A forma como é conduzida a economia, e distribuida a renda de um país, interfere diretamente em nossas vidas. No Brasil, essa renda esteve muito tempo centralizada na região centro-sul. Hoje já é possível ver grandes empreendimentos no norte e nordeste do país. Muito bom o post, bem como os outros.

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: